CERTIFIED BELT HOLDERS

GRACIE INSIDER GRÁTIS

Aprenda as Técnicas Gracie. Aprenda a Dieta Gracie. Aprenda o Método Gracie. Digite seu e-mail abaixo para ter acesso instantâneo à revista eletrônica mensal oficial da Família Gracie.

Titulares Capacitados De Faixas

No começo, não havia competições associadas à prática do Gracie Jiu-Jitsu (Jiu-Jítsu Brasileiro). A briga "de rua", perigosa e implacável, era o único campo de prova. Em 1967, criou-se a primeira Confederação Brasileira de Jiu-Jítsu, para dar aos praticantes a oportunidade de testarem suas habilidades num ambiente seguro. A excitação e o divertimento de um campeonato, ligados ao prestígio que acompanha as vitórias nas competições, motivou a imensa maioria dos professores a se concentrarem inteiramente na preparação de seus alunos para as lutas desportivas de jiu-jítsu. Esse distanciamento do jiu-jítsu de autodefesa teve um profundo impacto na prática da arte marcial.

A Diferença Filosófica

Embora quase todas as escolas de jiu-jítsu brasileiras sucumbissem à tentação da glória dos campeonatos, a Gracie Jiu-Jitsu Academy permaneceu fiel à prática de técnicas que funcionariam em uma luta real. O objetivo do treinamento na Gracie Jiu-Jitsu Academy era, e ainda é, capacitar os praticantes a superarem um ataque total de um adversário mais corpulento e em melhor estado atlético. Em comparação, o objetivo do jiu-jítsu desportivo é derrotar um oponente de porte semelhante, em uma luta controlada e rigorosamente monitorada. A diferença filosófica fundamental entre a autodefesa na rua e a disputa em campeonatos afeta todos os aspectos do treinamento e da filosofia do jiu-jítsu.

A Diferença Técnica

Toda técnica ensinada na Gracie Jiu-Jitsu Academy baseia-se na eficiência da energia, usa movimentos naturais do corpo, e é aplicável na rua ou, dito de outra maneira, é “à prova de socos". Várias centenas de técnicas no currículo funcionarão tanto numa disputa de campeonato quanto numa briga de rua. Entretanto, o currículo também inclui muitas técnicas desenvolvidas exclusivamente para situações de briga de rua, sem qualquer aplicação nas competições. Por outro lado, a maioria das escolas de jiu-jítsu brasileiro eliminaram as técnicas "só de rua" em seus programas, para maximizar o treinamento que levará à vitória no sistema baseado em contagem de pontos, regras e categorias de peso, que governa os torneios de jiu-jítsu desportivos. Essa diferença técnica entre o currículo da Gracie Academy e outros programas de jiu-jítsu brasileiro reflete a diferença filosófica entre a autodefesa na rua e a competição desportiva, influenciando assim a concessão de faixas como medidas de proficiência no sistema.

A Diferença de Faixas

O sistema de faixas da Gracie Jiu-Jitsu Academy é diferente do usado nas escolas orientadas para o esporte. Embora as cores das faixas sejam as mesmas, as exigências de qualificação são muito diferentes. Escolas desportivas promovem seus alunos com base no domínio de técnicas que levarão à vitória em campeonatos. Na maioria dos casos, os titulares de faixas desportivas sentem-se muito à vontade em disputas de jiu-jítsu desportivo e sessões de luta controlada. No entanto, quando confrontados por um adversário maior e mais atlético, que não luta segundo as regras, são freqüentemente sobrepujados pelo ataque imprevisível e violento e se vêem impossibilitados de reagir.

A Gracie Academy promove os estudantes exclusivamente de acordo com seu domínio das técnicas que lhes assegurarão a vitória numa briga de rua. A Academia testa rigorosamente as habilidades e os reflexos do aluno em cada fase do treinamento. O "Teste de Qualificação para a Faixa Azul da Gracie Academy", por exemplo, exige que os estudantes demonstrem um alto nível de precisão, eficiência e reflexos na execução das mais importantes técnicas de autodefesa na rua. Por sentirmos que a "prontidão na rua" é o nosso primeiro e principal objetivo, a maioria das técnicas que ensinamos nesse nível é "unicamente para a luta de rua". Consequentemente, um faixa azul "pronto para a rua" da Gracie Academy vencerá na rua, mas poderá não se sair bem numa luta de jiu-jítsu desportivo. Por outro lado, um faixa azul em jiu-jítsu desportivo se apresentará bem no tatame, mas poderá ter dificuldade em lidar com as circunstâncias imprevisíveis e caóticas de uma briga real.